Bloom Fé – Lançamento Curitiba

Li Edelkoort é considerada uma das personalidades mais influentes no mundo da Moda. Mas não é apenas neste universo que seus conhecimentos e seu expertise como trend forecaster. Seu Studio Trend Union presta consultoria para empresas como Coca-Cola , Nissan, Lacoste, Camper, Disney, Estée Lauder, Galeries Lafayette, GAP, Jean Patou, L’Oréal, Mattel, Marks & Spencer, Seibu, Seiko, Siemens, Shiseido e Whirlpool, dentre outras.

Sua publicação mais conhecida, a BLOOM, é usada como referências por inúmeras marcas, escolas e escritórios de Design, de Ermenegildo Zegna à Prada.

Nesta edição Li e Lli Tedde realizaram uma profunda pesquisa sobre o universo místico-religioso brasileiro culminando no livro de referências Bloom Fé, e vêm à Curitiba apresentar e conversar com empresários e estudantes a respeito das tendências observadas por ambas e que farão do Brasil e da América Latina uma potência em termos de criação nas próximas duas décadas.

Segundo Li, numa entrevista a Revista Marie Claire:

O grande problema do Sul é fingir que estão sempre uma estação atrasada. Vocês precisam decidir que estão uma estação na frente. A gente [EUA, Europa] é quem tem que seguir vocês. (…) O Brasil está na moda – nas lojas de departamento, na comida, na música. As Olimpíadas provaram isso., apesar de vocês ainda não terem se dado conta. Está na hora!

Quando?

10/12/2016 (em duas oportunidades)

Empresários e profissionais da área de moda: 9:00hrs às 12:00hrs

Estudantes e Professores: 14:30hrs às 17:30

Onde?

MAI -Museu de Arte Indígena: Avenida Água Verde, 1413 – Curitiba/PR

Inscrições no Link: https://goo.gl/djuqaw 

P.S.: Além do Lançamento do Book e a Palestra, serão discutidos os temas Manifesto Anti-Fashion de Li Edlkoort com a Coordenadora de Cursos da Base Collective Aline Andreazza e o tema Apropriação Cultural: Maneiras éticas de solucionar a questão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled.